• Facebook
  • Google Plus
  • Apple
  • Android
  • Mobile
  • RSS
Frederico Morais e Teresa Bonvalot vencem no Porto
Publicado em 23.Apr.2013

O vicecampeão nacional de surf, Frederico Morais, venceu o Sumol Porto Pro, segunda etapa da Liga MOCHE, numa final muito disputada contra o bicampeão nacional, Vasco Ribeiro (na foto), em boas ondas de 1m, na praia de Leça da Palmeira.

Com a ausência de ondulação na Praia Internacional, a organização da Liga MOCHE viu-se obrigada a realizar as últimas 15 baterias da competição em Leça, onde se assistiu a muito e bom surf ao longo do dia.

Frederico e Vasco continuaram a dominar o Sumol Porto Pro com as melhores ondas e pontuações, acabando naturalmente por se encontrar na final, onde deram um verdadeiro tratado de surf competitivo, graças a trocas constantes de ondas bem surfadas, o que obrigou Frederico a conseguir o melhor score de todo o campeonato – 16.40 pontos em 20 possíveis – para bater novamente o seu amigo, numa re-edição da final da primeira etapa do ano passado.

“É óptimo ganhar e já não o fazia há algum tempo,” confessou Morais. “Ainda por cima contra o Vasco, que além de ser um dos meus melhores amigos, é também um adversário super difícil de bater. Nunca se sabe quando vai fazer uma nota alta, por isso todo o cuidado é pouco. Adoro este campeonato, que tem sempre muito bom ambiente, por isso a vitória ainda me sabe melhor… agora vamos ver como corre a próxima etapa, na Ericeira, onde também quero muito ir,” concluiu Frederico, que assim passou a liderar o ranking nacional.

Vasco Ribeiro teve de contentar-se com o segundo lugar, o que não deixa de ser melhor que o terceiro conquistado na primeira etapa. “Estava muito cansado na final, mas foi um bom campeonato para mim. O ‘Kikas’ começou muito bem, com uma onda na casa dos 8 pontos, que fez toda a diferença. Mas foi um bom treino, pois as minhas prioridades passam mais pelas competições internacionais… no entanto vou à etapa da Ericeira para ganhar,” rematou o actual terceiro classificado no ranking nacional.

Entre Frederico e Vasco, nesse ranking, encontra-se agora Francisco Alves, o vencedor da primeira etapa, que no Porto não conseguiu ir além do quinto lugar, ex-aequo com João Guedes, José Ferreira e Nicolau Von Rupp.

Francisco foi vítima de um Miguel Blanco bastante inspirado que, a par de Tomás Fernandes, constituiu a dupla de júniores de 17 anos a preencher os dois terceiros lugares do Sumol Porto Pro. Para Tomás, que bateu o sempre perigoso Nicolau Von Rupp, este foi o melhor resultado da sua carreira nesta categoria. Miguel Blanco, que já tinha alcançado em 3º lugar na Liga, em 2012, rematou o fim-de-semana com a vitória na Malibu Expression Session, graças a um aéreo reverse muito bem executado.
Mas a grande lufada de ar fresco no Sumol Porto Pro veio da prova feminina, que viu as mesmas finalistas da Caparica chegarem aqui à final. Só que desta vez o resultado foi outro, graças a uma muitíssimo inspirada Teresa Bonvalot, de apenas 13 anos, que não só se tornou a mais jovem vencedora de uma etapa nacional, como o fez apresentando muito bom surf e batendo uma concorrência muito forte.

Teresa deixou ninguém menos que a bi-campeã nacional, Maria Abecasis, no 2º lugar, a vice-campeã nacional, Keshia Eyre, no 3º posto e a vencedora da primeira etapa, Camilla Kemp, na 4ª posição.

“Estou muito feliz, pois diverti-me bastante nesta final, o que não tinha acontecido na Caparica,” comentou uma muito tímida campeã. “Todas as meninas surfaram bem, mas eu tive a sorte de apanhar uma onda boa logo de início, o que acabou por fazer a diferença,” disse ainda a jovem do Guincho, que passou a liderar também o ranking nacional, à frente de Maria Abecasis e de Camilla Kemp.

A próxima etapa da Liga MOCHE 2013 é na Ericeira, de 31 de maio a 2 de junho. Como todas as etapas da Liga MOCHE, também esta contará com um prize money de 11.000€, valor que ultrapassa o dobro do montante oferecido no ano passado, num total de 55.000€.

Apenas para os atletas masculinos, em todas as etapas está também em jogo um lugar no Top 10 do MOCHE Wild Cards, uma competição especial que, em cada etapa, contabiliza a melhor onda dos últimos 16 atletas em prova e define dez vagas para o campeonato de triagens que atribui um wildcard no MOCHE Pro Portugal presented by Rip Curl, a única etapa do principal circuito mundial de surf que se realiza em Portugal, em Outubro deste ano. Neste momento é Vasco Ribeiro quem lidera este ranking, com Frederico Morais logo atrás, seguido por Francisco Alves, José Ferreira e João Guedes a fechar o actual Top 5.

O Sumol Porto Pro foi também a primeira etapa a contar para a MINI Triple Crown, um troféu especial dentro da Liga MOCHE, que atribui o usufruto de um automóvel MINI aos melhores atletas masculino e feminino no cômputo geral de três das suas etapas, nomeadamente as provas do Porto, Peniche e Cascais. Neste caso, é Frederico Morais e Teresa Bonvalot que lideram essa competição, graças às suas vitórias nesta etapa.

Seja o primeiro
a comentar
este artigo.

Envie o seu comentário

Todos os comentários que colocar mostram o seu nome. Ao enviar um comentário está a aceitar os nossos Termos e Condições.

*Campos obrigatórios