• Facebook
  • Google Plus
  • Apple
  • Android
  • Mobile
  • RSS
David Rosa foi quarto no XCO internacional de Valhadolid
Publicado em 16.Mar.2014
Seja o primeiro
a comentar
este artigo.

O português David Rosa, quarto classificado, foi hoje o melhor elemento da Seleção Nacional na prova de elite do Grande Prémio Internacional Cidade de Valladolid, uma corrida de cross country olímpico (XCO) de classe 2 internacional. Ana Inácio foi a terceira classificada na prova de juniores femininos.

O corredor de Fátima, na sua primeira competição de XCO do ano, esteve na luta pelo pódio, mas denotou falta de rodagem para cortar a meta mais à frente, gastando mais 2m06s do que o vencedor, o espanhol David Valero (Vicma Bike Team). Num pódio totalmente castelhano, o segundo foi Carlos Coloma (MMR Bikes Pro Team) e o terceiro Pablo Rodríguez, da mesma equipa.

José Pedro Dias foi o 16.º classificado e quarto melhor sub-23. Mário Costa foi o 23.º e Rúben Almeida terminou na 27.ª posição. Além dos ciclistas que competiram pela Seleção Nacional merecem referência Ricardo Marinheiro, 19.º, e Jorge Salgado, 24.º.

Na corrida de elite feminina, ganha por Rocio Martín, Ana Tomás conseguiu a 11.ª posição, cotando-se como a terceira melhor sub-23 em pista. Correndo pela própria equipa, ASC/Focus Team, Joana Monteiro foi a 17.ª classificada.

Entre os juniores da Seleção Nacional, evidenciou-se Bruno Machado, no sétimo lugar. André Moreira foi o 24.º. No setor feminino de juniores, Ana Rita Inácio teve um desempenho de elevado nível, fechando o pódio, a 8m03s da espanhola Maria Rodríguez, que se sagrou vencedora.

“Esta participação cumpriu aquilo a que nos propusemos, que foi colocar os nossos corredores em luta com alguns dos melhores espanhóis, a maior parte deles mais rodados. Permitiu-nos tirar ilações para o futuro, que era o mais importante. A prestação das nossas corredoras foi prejudicada por algo inaudito. As ciclistas espanholas fizeram boicote e não partiram. As portuguesas arrancaram, fizeram uma volta a top e foram mandadas parar, para que fosse dada nova partida, com as espanholas incluídas. Além da mudança de horário, as nossas corredoras já entraram na prova com o desgaste de uma volta adicional”, conta o selecionador, Pedro Vigário.

 

Envie o seu comentário

Todos os comentários que colocar mostram o seu nome. Ao enviar um comentário está a aceitar os nossos Termos e Condições.

*Campos obrigatórios